WALTER SICKERT: DE PINTOR DO TÉDIO A SUSPEITO DE SER JACK, O ESTRIPADOR – Fil Felix

Recentemente deparei-me com uma pintura muito emblemática do pintor britânico Walter Sickert (1860 - 1942) denominada Ennui, pintada por volta de 1914 e considerada pós-impressionista. Trata-se de um retrato da vida doméstica, sua monotonia e indiferença, algo bastante característico em muitos quadros de Sickert, que trazem uma sensação desoladora. E a princípio pensei em escrever... Continuar Lendo →

CARTA A UM EX-AMOR ( E QUE SERÁ QUEIMADA. OU NÃO) – Renata Rothstein

Rio de Janeiro, num dia que são tantos que não sei precisar, de um ano que não deve ser lembrado. Carta ao ex. Carta ao amor. Não, acho que assim fica melhor: Carta ao ex-amor. Como tem passado? Julgo que melhor do que eu, que estou aqui, pateticamente escrevendo este rascunho de carta apenas para... Continuar Lendo →

BANDEIRA AMARELA – Paula Giannini

Bandeiras. andeirnhas coloridas. andeira amarela, laranja, vermelha. Bandeiras de guerra. Bandeiras de desespero. De medo. O medo do fim, o nosso, o do outro, o dos que amamos... O da vida como a conhecemos, tão organizada e coerente em sua incoerência, na organização de nosso próprio caos. Agarrados a elas, às bandeiras, soldados rasos (e... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora