AQUI – Paula Giannini

“Um buraco surge no teto do teatro, é um problema a ser resolvido. Vai, aos poucos, aumentando de tamanho e agora já é possível ver o céu. O tempo se sobrepõe e é preciso estarmos atento às memórias. Os gestos se repetem, se acumulam, coexistindo nesse lugar em camadas. A porta, a chave, a água,... Continuar Lendo →

O VISITANTE – Episódio 4: ACEITAÇÕES – Fil Felix

Com o inverno, as sombras… Na chegada da quarta e última estação, veio também os delírios febris de um velho Álvaro sucumbindo à solidão e o abandono. A febre dominou seu corpo, o suor escoando de seus poros. Na cabeça, um turbilhão de pensamentos e reflexões acerca de sua própria velhice, dos muitos anos vividos... Continuar Lendo →

AMANHÃ VAI SER OUTRO DIA – Paula Giannini

Amanhã será outro dia. Com a devida licença poética, depois do desabafo verborrágico antiburocrático da quinzena passada – deserto de desespero no coração de uma artista – sopro hoje ares de sementes germinadas. E de esperanças. “Apesar de você, amanhã há de ser outro dia...”   Assim, abrindo janelas de luz, convido-os a espiar um... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora