O MOSAICO RUTILANTE – Eduardo Selga

A prosa de Hilda Hilst (1930/2004) não é daquelas fáceis de serem assimiladas, pois caracteriza-se pelo uso largo de recursos estéticos que atuam de modo a criar ambiências diversas no texto e certa esquizofrenia de vozes no interior da narração, cujo intento é produzir sentidos que dificilmente aconteceriam se a autora seguisse o comum da... Continuar Lendo →

Anúncios

SOBRE A ESCREVIVÊNCIA DE CONCEIÇÃO EVARISTO – Eduardo Selga

De 22 a 26 de maio foram dias de balbúrdia na Universidade Federal do Espírito Santo. E daquela categoria que tanto incomoda alguns por estar intimamente relacionada à experiência da criatura humana: a cultural. Estou falando da 6ª. Feira Literária Capixaba, cuja programação foi bastante ampla e diversificada, e culminou com a palestra da romancista,... Continuar Lendo →

POEMAS PARA ACORDAR UM POVO – Eduardo Selga

O senso comum é uma entidade viva a caminhar conosco pelas ruas do cotidiano, repleta de certezas, opiniões e (pré)conceitos. Uma de suas percepções é que o gênero literário poema, equivocadamente por ele denominado poesia, serve para transmitir “bons sentimentos” e outros otimismos. O poema seria, portanto, a versão escrita do lado positivo da vida.... Continuar Lendo →

PAPO RETO E OBLIQUIDADES LINDAS – Eduardo Selga

Não faz muito tempo, escrevi em Os Imaginários, o artigo O elogio a essa loucura?, comentando o reflexo na Literatura que o momento histórico de uma sociedade provoca, necessariamente. Como exemplo recente, citei a antologia de contos e poemas Resistências, iniciativa da A. R. Publisher Editora. A antologia está em fase de finalização, mas, um... Continuar Lendo →

CAPITÃES DA AREIA: A LINGUAGEM – Eduardo Selga

Muito há que se analisar quando se lê Capitães da areia (1937), de Jorge Amado, obra pertencente à fase em que suas preocupações sociopolíticas eram latentes. Apesar disso, seria um erro imenso entender o romance apenas como um discurso inserido no espectro ideológico de esquerda. Certamente a formação política do autor, que em 1945 foi... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora