OS SOLDADOS QUE A HISTÓRIA NEGLIGENCIOU – Fernanda Caleffi Barbetta

Você já ouviu falar sobre os Soldados da Borracha? Preciso confessar que eu só tomei conhecimento há poucas semanas, enquanto pesquisava sobre a Amazônia na intenção de escrever um texto para um desafio cujo tema era a floresta tropical. No final das contas, o assunto acabou não virando enredo de uma ficção, talvez porque eu... Continuar Lendo →

UMA FÁBULA PARA UM REINO SUFOCADO – Sandra Godinho

Outra noite, cochilando diante da TV, tive um sonho engraçado. Sonhei com o reino animal. Aves, peixes, répteis, insetos e mamíferos não viviam em harmonia no canto remoto da terra, próximo ao Oráculo de Delfos. As aves, em sua arrogância de assombrada superioridade, mergulhavam, arranhando a superfície das águas com seus bicos para abocanhar os... Continuar Lendo →

ISOLANDO IDEIAS – Madame Cat

Uma das benesses do isolamento é realizar o desejo íntimo de se livrar das malas sociais. Aquelas que o rondam e o alugam, para quem você deseja tudo de bom, mas secretamente que sejam felizes em Shangri-La ou no conforto de macias nuvens celestiais; longe, bem longe. Desejei tanto que algumas pessoas chatas simplesmente desaparecessem... Continuar Lendo →

NÓS OS SAUDAMOS – Fernanda Caleffi Barbetta

O maior propósito de que nós, seres vivos, compartilhamos, é nos mantermos vivos. Nascemos com o instinto de preservar a vida, de fugir do que possa representar perigo, de lutar pela sobrevivência, de temer a morte. É permitido até matar, sujar as mãos de sangue, se disso depender a manutenção da própria existência. Exemplo disso... Continuar Lendo →

CRÔNICA NÃO ABENÇOADA PELA ILHA DE PAZ – Madame Cat

Vivemos em isolamento forçado pela pandemia. As notícias ruins pipocam e a meditação é indicada. Foquemos na beleza do Universo com a abundância do pensamento positivo e seremos recompensados com muitas curtidas fofas e profusões de corações pulsantes. Evitemos falar de política ou criticar posições sociais egoístas. O mundo já está muito complicado  para que... Continuar Lendo →

O PULSO – Sandra Godinho

Foi no meio do Largo do Machado onde me deparei com o corpo atravessado, estatelado no piso de cimento frio. Em pouco tempo, formou-se um alvoroço de gente ao redor do desconhecido, sem se importar com o sol escaldante e os berros recém-nascidos que cresciam indignados a cada minuto em frente à Matriz de Nossa... Continuar Lendo →

O NOSSO LIXO – Madame Cat

Venho percebendo um aumento exponencial do lixo produzido no Brasil, inclusive em minha casa; do papel higiênico, que em desobediência civil-familiar continuamos usando diariamente, passando pelos plásticos, vidros, metais e desembocando na emissão de massivo gás carbono verborrágico. Um grande mistério envolve o processo: o que consumimos parece muito menos volumoso do que o descarte... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora