O PRAZER E O SOFRIMENTO NA ARTE DE CLIVE BARKER – Fil Felix

Há um consenso que diz que o medo do desconhecido leva o ser humano a tomar atitudes drásticas, independente de sua natureza. Uma delas, por exemplo, e que também é uma frase clássica nos quadrinhos dos X-Men, é que “a humanidade sempre teme aqueles que ela desconhece”. E como praxe, o que ela teme ela... Continuar Lendo →

A FADA DO TEATRO – Paula Giannini

“Olha que linda!” Ela vem com o sorriso e os braços abertos, um mais alto que o outro, para manter o equilíbrio. “Fui eu mesma quem plantei, de uma mudinha de nada... Olha que beleza”, ela fala apontando a planta imensa e realmente linda que ornamenta a entrada do Teatro Maria Della Costa, em São... Continuar Lendo →

VOLTA, QUE DEU MERDA – Madame Cat

Sou um pouco ansiosa, então já sofro por antecipação, procurando argumentos válidos para explicar à minha neta, no auge de seus sábios nove meses de existência, o motivo de a minha geração estar entregando um planeta tão fodido ao seu pai. Ela que, futuramente, terá de arcar com a fatura de nossa incompetência ambiental. Ao... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora